Esperança de vida em Portugal

Esperança de vida em Portugal é de 81.06 anos

Novos dados tornados públicos pelo INE revelam mais esperança de vida para os portugueses, sendo que esta continua a ser maior para as mulheres que para os homens

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou, a 24 de setembro, as novas tábuas de mortalidade em Portugal – Desagregação regional – 2018-2020, revelando que a Região Norte manteve a esperança de vida mais elevada à nascença enquanto a Área Metropolitana de Lisboa manteve a esperança de vida mais elevada aos 65 anos.

Os dados demonstram ainda a esperança de vida, à nascença, em 81,06 anos para o total da população, sendo de 78,07 anos para os homens e de 83,67 anos para as mulheres.  Mas, acrescenta, que esta diferença tem vindo a diminuir, sendo agora de 5,60 anos (6,02 em 2008-2010).

Por região, os dados revelam que foi a NUTS II, no Norte, que verificou os valores mais elevados para a esperança de vida à nascença, para o total da população (81,46 anos) e para homens (78,55 anos), e no Centro para mulheres (84,00).

Na NUTS III, as maiores esperanças de vida à nascença foram observadas no Cávado (82,10 anos), na Região de Coimbra (81,58 anos) e na Região de Leiria (81,57 anos).

As maiores diferenças de longevidade entre homens e mulheres observaram-se nas Regiões Autónomas da Madeira (6,89) e dos Açores (6,82) e as menores na Área Metropolitana de Lisboa (5,41) e no Norte (5,44).

A esperança de vida aos 65 anos em Portugal atingiu 19,69 anos. Os homens de 65 anos de idade podem esperar viver, em média, mais 17,76 anos e as mulheres mais 21,11 anos.

Por região NUTS II, os valores mais elevados aos 65 anos verificaram-se na Área Metropolitana de Lisboa (19,97 anos), tanto para homens (18,05 anos) como para mulheres (21,54 anos).