Parque Natural do Litoral Norte

Parque Natural do Litoral Norte

No dia Mundial dos Avós, leve os seus a conhecer o Parque Natural do Litoral Norte. Deixamos-lhe tudo o que precisa saber para aproveitar este dia.

Com um total de  8.761,81 ha (1.316,47 ha de área terrestre e 7.445,34 ha de área marinha e/ou estuarina), o Parque Natural do Litoral Norte estende-se ao longo de 16 km de costa, desde o estuário do rio Neiva até à zona da Apúlia onde os moinhos de vento, um dos ex-libris desta zona, são uma evidente referência visual. Contém um cordão de praias de mar e de rio e dunas primárias e secundárias, recifes – ao largo da costa, diante da praia de Ofir, jazem os cavalos de Fão associados pela lenda ao rei Salomão – e habitat marinhos. Com efeito,  este parque possui o cordão de dunas atlânticas mais extenso e melhor conservado do norte de Portugal.  


Os estuários do Cávado e do Neiva albergam alguns dos habitat mais significativos do parque, pois para além do corpo central das águas estuarinas, inclui as zonas entre marés (intertidal), com as suas áreas de vasa, sapais e bancos de areia. Para além deles, há manchas de pinhal, campos agrícolas, alguns pequenos bosques de folhosas e caniçal que contribuem também para a diversidade florística e faunísticas estando inventariadas cerca de 240 espécies de plantas. 


Em termos de fauna, por aqui podem ser observadas 140 espécies de aves só na área terrestre, sendo que as avistadas com regularidade ronda as 115. A zona estuarina é uma importante área para alimentação e descanso durante as migrações e no inverno. Quanto aos mamíferos, estima-se pelo menos 19 espécies, das quais 8 são potenciais.   


Esta é uma zona de intensa atividade agrícola, nomeadamente nas masseiras, também denominadas gamelas, campos de cultivo escavados nas areias junto às dunas até bem próximo da toalha freática, que assim asseguram água e proteção dos ventos às culturas. Esta costa é um dos locais tradicionais de apanha de sargaço, que era recolhido a partir de junho e seco ao sol. Com efeito, as areias do litoral minhoto foram adubadas graças à utilização de algas marinhas e de pilado (pequeno crustáceo), durante muitos anos os principais fertilizantes utilizados. A festa dos sargaceiros da Apúlia, com os seus trajes típicos, é apenas uma das muitas festividades que por aqui ocorrem.

Planeie a sua viagem

Primavera

Verão

Faça um dos percursos pedestres e aprecie a paisagem, a flora, a fauna e o património.
Aproveite as várias modalidades que a área oferece (birdwatching,  passeios de barco, canoagem, descidas de caiaque, surf, kitesurf, paddlesurf, bodyboard, mergulho, passeios a cavalo, BTT, entre outras).

Faça um dos percursos pedestres e aprecie a paisagem, a flora, a fauna e o património.
Aproveite para conhecer uma das belas praias deste parque natural.
Conheça o “Banho santo” em São Bartolomeu do Mar (24 de agosto) e participe das festividades.
Traga a sua canoa e navegue no Cávado.
Aproveite as várias modalidades que a área oferece (birdwatching,  passeios de barco, canoagem, descidas de caiaque, surf, kitesurf, paddlesurf, bodyboard, mergulho, passeios a cavalo, BTT, entre outras). 

Outono

Inverno

Faça um dos percursos pedestres e aprecie a paisagem, a flora, a fauna e o património.
Aproveite as várias modalidades que a área oferece (birdwatching,  passeios de barco, canoagem, descidas de caiaque, surf, kitesurf, paddlesurf, bodyboard, mergulho, passeios a cavalo, BTT, entre outras). 

Visite o parque de automóvel e aproveite para provar uma Clarinha de Fão. 

Como chegar

41° 31′ 28″ N / 8° 46′ 54″ W

Acesso a partir de:

  • Braga – N103, A11/IC14, e A28/IC1 direção Viana do Castelo, saindo para Esposende no nó 19;
  • Viana do Castelo – N13, A28/IC1 (direção Porto), saindo para Foz do Neiva, no nó de Antas (nó 20);
  • Porto – A28/IC1 (direção Viana do Castelo), saindo para N13 no nó 18 – Fão/Apúlia.

Dicas

Aproveite a excelente gastronomia local, particularmente pelos seus pratos de peixe e marisco, a acompanhar por suaves e aromáticos vinhos verdes. A doçaria tem nos pastéis de chila, conhecidos por Clarinhas de Fão, uma das especialidades locais. Caminhe entre o Cávado e o Atlântico observando o estuário do rio, a restinga e praia de Ofir, os Cavalos de Fão, a capela da Bonança e a necrópole medieval de Barreiras.

Informação retirada de https://natural.pt/protected-areas/parque-natural-litoral-norte?locale=pt