Visite o Parque Natural da Serra da Estrela

Hoje vamos viajar até ao Parque Natural da Serra da Estrela, localizado no Centro Interior de Portugal, essencialmente no distrito da Guarda (85%) e também no distrito de Castelo Branco (15%).

Hoje vamos viajar até ao Parque Natural da Serra da Estrela, localizado no Centro Interior de Portugal, essencialmente no distrito da Guarda (85%) e também no distrito de Castelo Branco (15%). Maior área protegida portuguesa e situa-se no maciço montanhoso central, num alto planalto inclinado para Nordeste profundamente recortado pelos vales dos rios e ribeiros que aqui nascem, como o Mondego e o Zêzere.

  • Possui 101 mil hectares distribuídos por 6 concelhos e foi o primeiro parque natural a ser criado em Portugal, com a maior área protegida.
  • A paisagem é marcada pelas fragas, rochedos e penhascos, alguns dos quais assumem formas que deram origem a denominações populares como a “Cabeça da Velha” e os “Cântaros” (gordo, magro e raso).
  • Por ser o ponto de mais elevada altitude em Portugal Continental, é um dos locais em que a chuva cai em maior abundância e onde a neve aparece com frequência, possibilitando a prática de desportos de inverno.
  • O “Cristal de gelo” foi o símbolo escolhido para o Parque Natural, em alusão às caraterísticas climáticas e também à origem glaciar desta Serra, de que são exemplos os vales do Zêzere e de Unhais, os covões e as cerca de 25 lagoas naturais.
  • É uma Reserva Biogenética devido ao caráter único do Planalto Superior da Serra da Estrela, o seu isolamento geográfico e a diversidade de espécies de fauna e flora.
  • Encontramos animais como o lobo, javali, lontra, raposa, geneta e o coelho-bravo europeu, e aves como a águia real e a águia de asa redonda, o falcão peregrino, o bufo real e o milhafre preto. Encontramos ainda grandes rebanhos de ovelhas que se alimentam nas vastas áreas de pastagem, guardados pelos cães Serra da Estrela, uma raça de cães possantes e resistentes às baixas temperaturas.
  • O leite de ovelha, dá origem ao produto mais caraterístico da região, o afamado Queijo da Serra, fabricado artesanalmente segundo as técnicas ancestrais que utilizam a flor do cardo como coalho (queijo amanteigado, de cor amarelada).
  • Podemos seguir o curso dos grandes rios portugueses desde as suas nascentes – o Mondego no Mondeguinho, o Zêzere no Covão de Ametade e o Alva no Vale do Rossim são locais deslumbrantes. Ou apreciar os vales glaciares de Loriga, Manteigas, ou o Covão do Urso e o Covão Grande. Nos meses mais quentes, a melhor sugestão será a Rota das 25 lagoas que nos guia por espaços refrescantes.
  • Já com o tempo frio, a Serra da Estrela é o único sítio em Portugal onde podemos praticar esqui na neve, bem como andar de trenó, de snowboard ou de motoski. Existem diversas pistas com infraestruturas de apoio, e pistas de neve sintética para esquiar em qualquer época do ano.
  • Este parque natural é excelente para passeios pedestres, a cavalo ou em bicicleta. Existem cerca de 375 quilómetros de trilhos marcados no terreno, com vários níveis de dificuldade, pelo que decerto haverá algum adequado às nossas condições físicas. E também pode experimentar andar de parapente em Linhares da Beira sobrevoando esta aldeia histórica, que também é obrigatório explorar pelo próprio pé.