campanha vida sexual

Campanha celebra sexualidade nos idosos

Desafiando o tabu da sexualidade entre idosos, uma campanha reuniu homens e mulheres idosos com pouca roupa e tiraram fotografias que traduzem a intimidade entre idosos entre 4 paredes e que normalizam a sexualidade na terceira idade.

Desafiando o tabu da sexualidade entre idosos, uma campanha reuniu homens e mulheres idosos com pouca roupa e tiraram fotografias que traduzem a intimidade entre idosos entre 4 paredes e que normalizam a sexualidade na terceira idade. A Relate, uma organização não-governamental do Reino Unido foi quem encabeçou a ação cujo objetivo é enfrentar o estigma que existe na sexualidade nos mais velhos. As fotografias foram transformadas em cartazes e estão a ser distribuídas por mupis pelo Reino Unido, acompanhadas de mensagens criativas e divertidas sobre sexualidade.

Rankin, conhecido fotógrafo de moda, foi o autor das fotografias que nos remetem para o desejo e para a atividade sexual na terceira idade. Na campanha vemos pessoas com mais de 65 anos a abraçarem-se, beijarem-se, usarem brinquedos sexuais ou a fazerem sexo num conjunto de 5 casais e uma mulher solteira fotografados para esta campanha. Desde um relacionamento de longa data até novas descobertas, as imagens mostram aquilo que muitas vezes é escondido ou encarado pelos próprios e pela sociedade como desconfortável.

Uma das fotografias mostra uma mulher sozinha, com uma expressão de prazer, e com a frase: “Nunca se é velha de mais para brincar com brinquedos.” Noutra imagem surgem 2 homens nus abraçados com a frase: “Alguns homens descobrem que adoram golfe. Outros descobrem que adoram homens.” Outra imagem mostra um homem a beijar o seu pa5rceiro no pescoço com a frase: “Em cima dos montes. E da mesa. E do sofá“.

Para expressarem diferentes formas de intimidade, as pessoas fotografadas trabalharam com um coordenador de intimidade, profissionais cada vez mais utilizados no teatro e na televisão para deixarem os atores e equipa mais confortáveis durante e após as gravações de cenas com nudez. Aos casais reais, foi pedido que representassem o que, para eles e naquele momento, significava ser íntimo e sexual.