farmacias recolha medicamentos

Recolha de medicamentos para apoiar utentes de IPSS

70 farmácias de todo o país iniciaram no dia 20 de abril a recolha de medicamentos e produtos de saúde para doar a utentes de 120 instituições particulares de solidariedade social (IPSS), uma iniciativa promovida pelo Banco Farmacêutico (BF). Esta Jornada de Recolha de Medicamentos acontece, pela primeira vez, ao longo de 7 dias, de 20 a 26 de abril em 70 farmácias, e a 24 de abril a nível nacional.

70 farmácias de todo o país iniciaram no dia 20 de abril a recolha de medicamentos e produtos de saúde para doar a utentes de 120 instituições particulares de solidariedade social (IPSS), uma iniciativa promovida pelo Banco Farmacêutico (BF). Esta Jornada de Recolha de Medicamentos acontece, pela primeira vez, ao longo de 7 dias, de 20 a 26 de abril em 70 farmácias, e a 24 de abril a nível nacional.

Pela primeira vez participam farmácias em Monção, Montelavar, Póvoa de Lanhoso e Vila Nova de Cerveira na iniciativa que faz chegar às instituições particulares de solidariedade social (IPSS) medicamentos não sujeitos a receita médica e outros produtos de saúde.

Na XIII Jornada, participam 120 IPSS que, “graças à generosidade dos portugueses, vão poder apoiar os que mais precisam com estes bens vitais para a sua saúde”, adianta o Banco Farmacêutico, uma iniciativa da Associação para a Assistência Farmacêutica, criada para uma intervenção social na área da saúde e do medicamento.

Em 2020, milhares de portugueses ajudaram 100 Instituições de Solidariedade Social através da doação de 14 000 medicamentos e produtos de saúde, com o valor estimado de 60 mil euros. A primeira Jornada de Recolha de Medicamentos decorreu há 20 anos, em dezembro de 2000. Desde então, a Jornada realiza-se todos os anos, no segundo sábado do mês de fevereiro. O Banco Farmacêutico nasceu em Milão (Itália), de uma colaboração entre a Companhia das Obras e a Associação Lombarda dos Proprietários de Farmácia.