depressao idosos triste

Programa de medicação gratuita para serviço de Psiquiatria de Vila Real

O serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) disponibiliza gratuitamente medicação antipsicótica de longa duração, através de um programa que já abrange 40 utentes e quer evitar abandono do tratamento.

O serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) disponibiliza gratuitamente medicação antipsicótica de longa duração, através de um programa que já abrange 40 utentes e quer evitar abandono do tratamento. Estão a ser disponibilizados no Hospital de Dia, fármacos antipsicóticos intramusculares de segunda geração e de libertação prolongada, que permitem uma maior estabilização clínica e, consequentemente, uma menor taxa de recaídas. Esta medida permite uma melhoria cognitiva e motora com um mínimo de efeitos secundários, e por isso, espera-se que haja um menor abandono do tratamento de doentes com patologias psicóticas e outras doenças mentais graves.

Dulce Maia, Diretora do serviço de Psiquiatria, explicou que esta é uma “medicação onerosa”, tendo-se constatado que, “por motivos económicos, os pacientes adotavam uma toma inconstante ou simplesmente a suspendiam”. “Portanto, esta autorização de administração gratuita a pacientes em regime de tratamento ambulatório compulsivo, ou com documentada insuficiência económica, representa um importante passo para garantir a continuidade destes tratamentos nestes pacientes”, afirmou a médica em comunicado. Atualmente há 40 doentes abrangidos por este programa, mas pretendem chegar a um maior número de utentes, e até mesmo alargar esta iniciativa a outras unidades hospitalares.