vacina covid 19

Mais de 17 mil utentes e profissionais da rede de cuidados continuados com 1.ª dose da vacina

Os mais de 17 mil utentes e profissionais das quase 400 unidades de internamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) já foram vacinados contra a covid-19. E destes cerca de 17 000, 14 100 pessoas já concluíram o plano de vacinação com as duas doses

Os mais de 17 mil utentes e profissionais das quase 400 unidades de internamento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) já foram vacinados contra a covid-19. E destes cerca de 17 000, 14 100 pessoas já concluíram o plano de vacinação com as duas doses.

Neste momento, há 4 doentes com covid-19 em 2 unidades no Norte do país, mas não há nenhum profissional infetado, nem nenhum doente internado por agravamento da infeção. E é importante referir que não há nenhum óbito por Covi-19 nestas unidades desde o dia 7 de março. A realização de testes à covid-19 aos profissionais vai manter-se com “alguma regularidade”, porque permite “ter alguma segurança e detetar precocemente algum caso que possa aparecer”.

Ao longo de mais de um ano de pandemia, foram realizados cerca de 61 mil testes aos profissionais, tendo sido detetados cerca de 2600 casos positivos. Durante este período, foram registados 161 óbitos na RNCC relacionados com a covid-19, dos quais 97 ocorreram no hospital e 64 ocorreram nas unidades da rede. Foram ainda transferidos 22 252 doentes dos hospitais para a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e dada resposta a 2181 pessoas que continuavam internadas por razões sociais e que foram para estruturas residenciais para idosos ou para lares. As unidades de internamento têm cuidados e barreiras de proteção que permitem que os doentes tenham visitas, além dos ‘tablets’ oferecidos pela Fundação La Caixa para permitir a comunicação entre os familiares e os doentes.