AVC

Pare o AVC antes que o AVC o pare a si!

Hoje é o Dia Nacional do Doente com AVC, uma doença que afeta maioritariamente na terceira idade. O AVC é um evento neurológico súbito, e é geralmente dividido em 2 tipos: AVC isquémico que ocorre pela obstrução ou redução súbita do fluxo sanguíneo numa artéria causando falta de circulação no seu território vascular, e o AVC hemorrágico que é causado pela rutura espontânea de um vaso sanguíneo com extravasamento do sangue para o interior do cérebro.

Hoje é o Dia Nacional do Doente com AVC, uma doença que afeta maioritariamente na terceira idade. O AVC é um evento neurológico súbito, e é geralmente dividido em 2 tipos: AVC isquémico que ocorre pela obstrução ou redução súbita do fluxo sanguíneo numa artéria causando falta de circulação no seu território vascular, e o AVC hemorrágico que é causado pela rutura espontânea de um vaso sanguíneo com extravasamento do sangue para o interior do cérebro.  

O AVC continua a ser uma das principais causas de morte em Portugal, sendo também a principal causa de morbilidade e de potenciais anos de vida perdidos no conjunto das doenças cardiovasculares. E por isso é tão importante prevenir o AVC e reconhecer quando estamos a ter um AVC.

É importante que caso esteja a ter um AVC ou reconheça em alguém sintomas de AVC, contacte de imediato o 112 e forneça as informações o mais rápido que conseguir. E os sintomas associados ao AVC são súbitos e desenvolvem-se em poucos minutos ou horas, e incluem:

– Perda de força de um lado do corpo, incluindo ou não a face, mas sobretudo num dos braços;

– Dificuldade de articular palavras e desvio da boca para um dos lados;

– Formigueiros num lado do corpo, incluindo ou não a face;

– Perda súbita de parte da visão;

– Alteração do equilíbrio, coordenação ou tonturas

Mas e como podemos prevenir o AVC, sobretudo sabendo que 80% dos casos de AVC podiam ser evitados através do controlo de fatores de risco e mudanças de hábitos de vida:

– Controlo da tensão arterial

– Tratamento e controlo do diabetes

– Redução dos níveis de colesterol

– Redução de peso

– Prática regular de exercício físico

– Parar de fumar ou não fumar

– Tratamento da Síndrome da Apneia do Sono