Dicas para treinar o cérebro

O envelhecimento ativo é muito importante para a saúde do idoso, e nesse sentido há uma série de atividades que funcionam como exercícios cognitivos, ainda mais neste momento em que estamos mais isolados socialmente. Todas as atividades propostas devem levar em consideração as condições físicas, psicológicas e sociais do indivíduo.

O envelhecimento ativo é muito importante para a saúde do idoso, e nesse sentido há uma série de atividades que funcionam como exercícios cognitivos, ainda mais neste momento em que estamos mais isolados socialmente. Todas as atividades propostas devem levar em consideração as condições físicas, psicológicas e sociais do indivíduo.

Jogos: Oferecer estímulos cognitivos através de jogos como quebra-cabeça, baralho, dominó, caça-palavras, sudoko, são boas opções de passatempo e de estimulação cognitiva.

Leitura e Escrita: se possível e se for do agrado do idoso, atividades de leitura e escrita estimulam o cérebro, a memória e funções motoras importantes. Nesse sentido, é possível incluir a aprendizagem de um novo idioma, um novo curso ou mesmo a troca de mensagens pelo telemóvel com a família e amigos.

Artesanato: quem diria que o hábito do tricot, crochet, costura, entre outras atividades artesanais seria um grande aliado para uma vida saudável. A estimulação visual, de memória e tátil proposta pelo artesanato pode ajudar a manter a capacidade inteletual ativa por muito mais tempo.

Atividades Físicas: com autorização médica, atividades físicas também devem ser estimuladas. Desde uma caminhada, a desportos ou mesmo a dança, são importantes aliados do corpo e da mente. Além disso, após a pandemia, é recomendável estimular atividades externas e sociais, como ir ao supermercado, salão de beleza, shopping, cinema, teatro.

As funções cognitivas são responsáveis por receber, armazenar e processar as informações. Essas capacidades – atenção, perceção, memória, funções executivas, orientação e juízo – conferem ao idoso a capacidade de gerir a própria vida e, por isso mesmo, são essenciais para uma velhice saudável e ativa.