diagnosticar

As vantagens de ter um médico na família

Não sei se já tinha pensado nisso mas a verdade é que ter um médico na família traz muitas vantagens, como a possibilidade de ter atendimentos médicos e diagnósticos sem necessariamente ter que marcar uma consulta.

Não sei se já tinha pensado nisso mas a verdade é que ter um médico na família traz muitas vantagens, como a possibilidade de ter atendimentos médicos e diagnósticos sem necessariamente ter que marcar uma consulta. Porém, os benefícios não param por aí. Vou listar mais 5 razões para ter um médico na família:

– Comprometimento e responsabilidade: são qualidades essenciais num médico, até devido à seriedade da profissão, que lida diariamente com vidas. E essas duas qualidades são ótimas para ter numa pessoa da família.

– Empatia e humanidade: os médicos estão em contacto permanente com pessoas e precisam exercitar muito a empatia e a humanidade, pois a maioria dessas pessoas está vulnerável de alguma forma.

– Olho clínico: é uma expressão que era usada para falar de médicos que conseguiam fazer diagnósticos apenas a partir da observação. Este “olho clínico” ainda existe nos médicos, mesmo com mais tipos de recursos disponíveis e mais apoio na hora de diagnosticar alguém. Esses profissionais são treinados para terem a capacidade de observar e analisar, e isso pode ser muito útil na vida fora dos hospitais e das clínicas.

– Bom ouvinte: um bom médico deve ter a capacidade de saber ouvir. Para chegar a um diagnóstico, o médico precisa saber quais são as queixas do paciente, suas dores e incómodos. E ser um bom ouvinte é, sem dúvida alguma, uma qualidade e tanto para ter em alguém com quem se divide a vida.

– Boa comunicação: deve saber comunicar de forma muito clara com pacientes e com outros médicos e colegas de trabalho.

Consegue indicar-nos mais vantagens em ter um médico na família. Partilhe connosco aquilo que pensa sobre o assunto!