Vaticano

Portugal: 4.º país da UE com mais idosos acima dos 65 anos

Portugal é o quarto país da União Europeia (UE) com maior percentagem de população idosa, com mais de 65 anos, com o Alentejo a ser a região mais envelhecida, segundo dados divulgados pelo gabinete de estatística europeia, Eurostat.

Portugal é o quarto país da União Europeia (UE) com maior percentagem de população idosa, com mais de 65 anos, com o Alentejo a ser a região mais envelhecida, segundo dados divulgados pelo gabinete de estatística europeia, Eurostat. À sua frente estão apenas Itália, Grécia e Finlândia.

Segundo o Eurostat, Portugal registou uma percentagem de 22,1% de pessoas com mais de 65 anos em 2020, a quarta mais alta da UE, acima da própria média europeia que se fixou em 20,6%. Olhando para o histórico dos últimos 10 anos, este indicador tem registado uma tendência crescente. Em 2011 (o primeiro para o qual há dados disponíveis), havia cerca de 18,7% de portugueses com mais de 65 anos, um valor que foi subindo ao longo do tempo, registando 21,8% em 2019.

Na análise por regiões, o Alentejo é a mais envelhecida, com 25,6% da população com mais de 65 anos. Segue-se o Centro com 24,5%, a Área Metropolitana de Lisboa com 22,1%, o Algarve, com 21,9%, a Madeira com 17% e os Açores com 14,9%.

Quando comparado com os restantes estados-membros da UE, Portugal está apenas atrás de Itália, que verifica uma percentagem de 23,2% de pessoas com mais de 65 anos, Grécia e Finlândia, ambas com um indicador que se fixa em 22,3%. Do lado oposto, nos países com menos idosos estão a Irlanda com 14,4%, Luxemburgo a registar uma percentagem de 14,5% de pessoas com mais de 65 anos, o Chipre, cujo valor se fixa em 16,3% e, por fim, a Eslováquia com 16,6%.