vacinação covid-19

DGS recomenda vacina da AstraZeneca a maiores de 65 anos

A Direção-Geral da Saúde atualizou a 10 de março a norma sobre a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19, perante novos dados científicos de eficácia que permite a sua utilização sem reservas a partir dos 18 anos.

A Direção-Geral da Saúde atualizou a 10 de março a norma sobre a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19, perante novos dados científicos de eficácia que permite a sua utilização sem reservas a partir dos 18 anos. “Os novos estudos conhecidos mostraram agora, com base em metodologias científicas robustas, que a vacina da AstraZeneca é eficaz em indivíduos com 70 ou mais anos, quer na prevenção da Covid-19, quer na redução das hospitalizações por esta doença, reforçando os dados iniciais de que esta vacina é capaz de produzir anticorpos eficazes no combate à infeção por SARS-CoV-2, mesmo em pessoas mais velhas”, esclarece a DGS em comunicado.

Assim sendo, e dada a sua “segurança, qualidade e eficácia comprovadas”, a vacina desta farmacêutica passa a ser administrada em Portugal a pessoas a partir dos 18 anos “sem reservas”, “tal como foi aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos”. A análise destes dados foi levada a cabo pela Comissão Técnica de Vacinação contra a Covid-19 da DGS e foi depois sujeita ao parecer do Infarmed. Apenas aí foi decidida a atualização da Norma n.º 003/2021, que até agora recomendava a vacina da AstraZeneca apenas a pessoas com menos de 65 anos.