cuidados domiciliario, idosos, PRR

Trabalhadores de Apoio domiciliário não são prioridade?

A Associação Nacional de Gerontologia apelou ao Governo que, tal como aconteceu nos lares, inclua na vacinação prioritária os trabalhadores das valências de apoio domiciliário e centros de dia.

A Associação Nacional de Gerontologia apelou ao Governo que, tal como aconteceu nos lares, inclua na vacinação prioritária os trabalhadores das valências de apoio domiciliário e centros de dia.

Este pedido justifica-se por serem pessoas que estão diariamente em contacto direto com idosos, e também porque trabalham em instituições sem a valência de lar. No entanto estes trabalhadores ainda não foram vacinados e não são considerados prioridade, e segundo a Associação são dezenas de milhares de trabalhadores nesta situação.

Na defesa da vacinação prioritária de trabalhadores de centros de dia e apoio domiciliário, a Associação já pediu a intervenção do Presidente da República para resolver a situação sob pena de haver falhas na contenção da pandemia.