cuidadores

Cuidadores informais pedem prioridade na vacinação

O Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais apela para que os cuidadores informais tenham prioridade na vacinação contra a Covid-19.

O Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais apela para que os cuidadores informais tenham prioridade na vacinação contra a Covid-19. Lembram que um cuidador informal infetado pode infetar a pessoa que cuida e, uma vez doente, é incapaz de manter os cuidados necessários.

A questão foi colocada em julho de 2020, ao Ministério da Saúde, a quem apelaram para incluir os cuidadores informais no grupo prioritário de vacinação. A resposta chegou em janeiro passado, quando o então coordenador da Task Force do Plano de Vacinação contra a Covid-19, Francisco Ramos, informava que estes cuidadores não tinham sido incluídos na primeira fase.

O Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais, composto por quase três dezenas de associações de cuidadores e doentes de todo o país, pede que se reavalie esta decisão.

E se é importante vacinar os cuidadores formais, como os profissionais de saúde, porque estão na linha da frente, os cuidadores informais também estão! Embora revestidos com um manto de invisibilidade, são também uns verdadeiros heróis! Com os condicionamentos da pandemia, prestam um maior número de horas de cuidados, sem os apoios que gostariam”, refere o movimento.

Sobre o Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais pode consultar: https://movimentocuidadoresinformais.pt/.