sono

Fazer uma sesta à tarde pode mantê-lo mentalmente ágil, diz estudo

Se é daqueles que se sente culpado por fazer uma sesta à tarde, esta notícia vai animá-lo.

Se é daqueles que se sente culpado por fazer uma sesta à tarde, esta notícia vai animá-lo. De acordo com um estudo, publicado na revista General Psychiatry, fazer sestas regularmente pode ser uma maneira de se manter mentalmente ágil.

Para chegar a esta conclusão, os investigadores analisaram os padrões de sono de 2214 pessoas saudáveis com 60 anos ou mais em várias cidades chinesas. Cerca de 1534 dormiam regularmente à tarde, entre um período de cinco minutos a duas horas, enquanto 680 não o faziam.

A partir de um teste de rastreio de demência feito aos participantes, o estudo mostrou que dormir à tarde estava associado a uma melhor consciência de local, fluência verbal e memória de trabalho. “Além de reduzir a sonolência, as sestas do meio-dia oferecem uma variedade de benefícios, como a consolidação da memória, a preparação para a aprendizagem subsequente, o aprimoramento do funcionamento executivo e um aumento da estabilidade emocional, mas esses efeitos não foram observados em todos os casos“, dizem citados pela Sky News.

Os investigadores disseram que o estudo não pôde concluir se a sesta à tarde pode prevenir a demência e o declínio cognitivo em pessoas mais velhas ou se pode ser um sintoma de demência.

Descobriu-se que aqueles que faziam sestas regularmente à tarde tinham um nível mais alto de triglicéridos – um tipo de gordura encontrado no sangue – o que significava que a sesta também estava relacionada a alguns fatores de risco de doenças cardiovasculares.