literacia financeira

Nova edição dos laboratórios de literacia financeira para maiores de 55 anos com inscrições abertas

Estão a decorrer as inscrições para os Laboratórios de Literacia Financeira, cuja segunda edição arranca a 1 de fevereiro.

Estão a decorrer as inscrições para os Laboratórios de Literacia Financeira, cuja segunda edição arranca a 1 de fevereiro. Esta iniciativa gratuita realiza-se em formato online, no âmbito do projeto “Eu e a Minha Reforma”, promovido pela Câmara do Porto em parceria com a Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, e tem como objetivo promover a capacitação financeira e digital da população com mais de 55 anos.

Ao longo das sessões os participantes terão a oportunidade de adquirir conhecimentos que lhes permitam uma tomada de decisões financeiras corretas e informadas no seu dia-a-dia e desenvolver competências digitais, para que possam beneficiar das facilidades de utilização dos meios digitais, nomeadamente ao nível dos serviços financeiros, ao dispor de todos os cidadãos.

Podem participar adultos com idade igual ou superior a 55 anos devendo todos os interessados inscrever-se até ao dia 27 de janeiro por e-mail para dmcs@cm-porto.pt ou junto da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, através do telefone 226 101 189 ou pelo e-mail eueaminhareforma@facm.pt.

As sessões de trabalho decorrem em formato online, das 14,30 às 16,30 horas, às segundas-feiras, entre 1 de fevereiro e 26 de abril. Consulte mais informações e aceda à ficha de inscrição.

Capacitação financeira

O programa de capacitação “Eu e Minha Reforma” visa a aquisição de conhecimentos e o desenvolvimento de competências que permitam a tomada de decisões financeiras corretas e informadas, a melhoria da capacidade de avaliação de riscos, de prevenção de situações de fraude e burla, bem como de outras situações que podem comprometer a sustentabilidade financeira e prejudicar o bem-estar e a qualidade de vida de cada um, com custos familiares e sociais.

As sessões destes Laboratórios vão abordar temas como: Planeamento e Gestão do Orçamento, Impostos, Seguros, Poupança e suas Aplicações, Serviços Mínimos Bancários, Crédito e Endividamento, Produtos Financeiros, Direitos e Deveres dos Consumidores, Hábitos e Precaução Contra a Fraude e Serviços Financeiros Digitais.

Cerca de 21,3% da população portuguesa tem mais de 65 anos, prevendo-se que, em 2030, os idosos representem 26% da população e, em 2060, cresçam para 29%. Portugal é o terceiro país da União em rácio de idosos para jovens: 153 idosos para cada 100 jovens. Destes, somente uma pequena percentagem é independente financeiramente.

O Município do Porto, que integra a Rede Mundial das Cidades Amigas das Pessoas Idosas, desde 2010, tem promovido nas suas políticas o envelhecimento ativo e saudável, estimulando o acesso às oportunidades que contribuam para a melhoria da qualidade de vida e inclusão social da população mais idosa.

O projeto “Eu e a Minha Reforma” é apoiado pela Portugal Inovação Social, através do Fundo Social Europeu e é fruto de uma parceria entre a Fundação António Cupertino de Miranda e os municípios do Porto, Maia, Matosinhos, Santo Tirso, Valongo, Vila Nova de Gaia.