lares

Covid-19: Madeira decreta encerramento dos centros de dia até janeiro de 2021

Os centros de dia, centros de convívio e centros comunitários na Madeira vão encerrar a partir de sexta-feira por um período de quinze dias, indicou hoje o Governo Regional, sublinhando que a medida é de “natureza excecional”.

Os centros de dia, centros de convívio e centros comunitários na Madeira vão encerrar a partir de sexta-feira por um período de quinze dias, indicou hoje o Governo Regional, sublinhando que a medida é de “natureza excecional”.

O estabelecido nesta resolução é de natureza excecional, sem prejuízo de prorrogação ou modificação na medida em que a evolução da situação epidemiológica o justificar“, refere o executivo em comunicado, após a reunião do Conselho do Governo, no Funchal.

A medida já tinha sido anunciada na terça-feira pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, e foi hoje, 17 de dezembro, aprovada na reunião semanal do executivo madeirense.

A deliberação surge na sequência de casos de Covid-19 detetados em utentes e funcionários de infraestruturas para idosos, quando a região assinala 315 infeções ativas, registando também seis óbitos associados ao novo coronavírus.

A execução do disposto na presente resolução será coordenada e monitorizada pelas autoridades de saúde e de proteção civil competentes, ficando as mesmas, desde já, autorizadas a solicitar a colaboração das forças de segurança, bem como a utilização de recursos humanos e materiais da administração pública regional“, refere o executivo de coligação PSD/CDS-PP.

A medida entra em vigor às 00:00 do dia 19 de dezembro de 2020 e mantém a sua vigência até às 23:59 horas do dia 2 de janeiro de 2021.