misericórdias

Misericórdias apelam para que se evitem as saídas dos idosos dos lares no Natal

Caldas de Almeida apela à compreensão das famílias e pede também que se multipliquem os contactos virtuais, não apenas no dia, mas em toda a semana do Natal.

União das Misericórdias junta-se ao apelo para que se evitem as saídas dos idosos dos lares, neste Natal. O vice-presidente das Misericórdias, Caldas de Almeida, adianta que os idosos não serão proibidos de passar o Natal em casa, com as famílias, mas lembra que só com a restrição de contactos se pode evitar mais mortes nos lares.

“Espero que seja o último grande sacrifício e espero que na Páscoa possamos ter todos os nossos idosos do lar vacinados. Se a nossa senhora da misericórdia nos ajudar e a vacina também, esperamos que as coisas possam estar normalizadas. Seria uma pena que o Natal, que é um momento de família, se transformasse num momento de luto e de dor para muitas famílias e para muitos lares. Não vai haver proibições, mas temos de pensar que quem sair do lar vai ter de cumprir as regras, ou seja, depois vai ter de ser testado e vai ter de ficar em isolamento durante 14 dias“, explica Caldas de Almeida à TSF.

Caldas de Almeida apela à compreensão das famílias e pede também que se multipliquem os contactos virtuais, não apenas no dia, mas em toda a semana do Natal.

Nós tentámos todos nos lares das misericórdias que haja um ambiente festivo, decorar os lares, vamos ter prendas para os idosos. É evidente que vai haver o jantar de Natal tradicional, uma ceia de Natal. Todas essas coisas vão acontecer, o que queríamos é que a família também possa enviar prendas, enviar um miminho e que a semana de Natal seja uma semana de mais visitas e mais mensagens“, remata.

Fonte: www.tsf.pt/portugal/sociedade/misericordias-apelam-para-que-se-evitem-as-saidas-dos-idosos-dos-lares-no-natal-13143963.html

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus5

    (Irá receber um email com o link de download.)