Dia Europeu do Cuidador

Associações portuguesas unem-se para celebrar primeiro Dia Europeu do Cuidador

Associações portuguesas uniram-se para celebrar o primeiro Dia Europeu do Cuidador, assinalado a 6 de outubro, que visa alertar para o “papel inestimável” dos cuidadores informais e a necessidade de serem reconhecidos, apoiados e capacitados por toda a Europa.

Associações portuguesas uniram-se para celebrar o primeiro Dia Europeu do Cuidador, assinalado a 6 de outubro, que visa alertar para o “papel inestimável” dos cuidadores informais e a necessidade de serem reconhecidos, apoiados e capacitados por toda a Europa.

Consciente da diversidade de datas na celebração do dia do cuidador no espaço europeu, e no sentido de ter “uma voz síncrona europeia”, a Eurocarers, a maior rede europeia de cuidadores informais, com mais de 70 organizações de mais de 20 países, decidiu promover o Dia Europeu do Cuidador a 6 de outubro, e apelar à participação de todos.

Em Portugal, associaram-se à celebração a Cuidadores Portugal, a Associação Nacional de Cuidadores Informais (ANCI) e a Because I Care – Associação para Apoiar e Cuidar de Pessoas que Cuidam, adiantam em comunicado as organizações.

Um estudo recente, financiado pela União Europeia, revela que os cuidadores informais na UE prestam mais de 80% de todos os cuidados, enfrentando, muitas vezes, desafios sociais, profissionais, de saúde e financeiros que os impedem de atingir todo o seu potencial.

Em Portugal, o número estimado de cuidadores informais é de mais de 800 mil. “O seu reconhecimento legal é já uma realidade, mas os cuidadores têm muita dificuldade em aceder ao mesmo”, sendo fundamental a sua desburocratização, defendem as associações.

Para responder às necessidades dos cuidadores informais europeus, a Eurocarers defende medidas para haver “sociedades amigas dos cuidadores por toda a Europa”.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)