saúde mental

Alcácer do Sal e Grândola vão ter respostas na área da saúde mental

Os concelhos de Alcácer do Sal e Grândola, no distrito de Setúbal, vão ter respostas na área da saúde mental, através de uma candidatura que visa a criação de um centro para prevenir situações de internamento e institucionalização.

Os concelhos de Alcácer do Sal e Grândola, no distrito de Setúbal, vão ter respostas na área da saúde mental, através de uma candidatura que visa a criação de um centro para prevenir situações de internamento e institucionalização.

A candidatura que permitirá a criação do Centro para a Promoção da Saúde Mental “Passo a Passo”, desenvolvida pela Associação para o Desenvolvimento do Torrão (ADT), vai permitir dotar os dois concelhos do litoral alentejano de “mais uma valência social na área da saúde mental”.

É uma resposta social inovadora, identificada através do Centro de Apoio Familiar e Acompanhamento Parental (CAFAP), que sinalizou um aumento de frequência de indivíduos que manifestavam quadros atípicos e sugestivos de doença mental, que não podiam ser acompanhados porque tinham mais de 18 anos”, explicou à agência Lusa o presidente da ADT, José Domingos.

Segundo o responsável, o projeto, desenvolvido em parceria com os municípios de Alcácer do Sal e Grândola, vai “dar resposta a uma necessidade que não existe” nesta região e procura “intervir junto de pessoas com problemas de inserção social e profissional, conflitos familiares, consumo de álcool e estupefacientes e défice de competências pessoais e sociais”.

A candidatura, gerida pela Associação de Desenvolvimento do Litoral Alentejano (ADL), no âmbito do programa +CO3SO (COnstituir, COncretizar e COnsolidar Sinergias e Oportunidades), vai trabalhar em parceria com os serviços locais de saúde, centro de emprego e formação profissional, além das câmaras municipais de Grândola e Alcácer do Sal, ambas no distrito de Setúbal.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)