osteoperose

CHUC: Consulta de Fragilidade distinguida por prevenir fraturas nos idosos

O serviço de Reumatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra criou a Consulta de Fraturas de Fragilidade para prevenir refraturas nos idosos, valência que foi distinguida pela Fundação Internacional da Osteoporose.

O serviço de Reumatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) criou, há dois anos, a Consulta de Fraturas de Fragilidade para prevenir refraturas nos idosos, valência que foi recentemente distinguida pela Fundação Internacional da Osteoporose.

Nesta fase, a Consulta de Fraturas de Fragilidade identifica apenas doentes que tiveram fraturas ao nível do colo do fémur e ficam internados no serviço de ortopedia do CHUC, mas o objetivo é alargar o âmbito a outras fraturas a partir de 2021.

“Trata-se de uma cooperação entre o serviço da Ortopedia e Medicina de Reabilitação e a Reumatologia, em que o serviço de Reumatologia procura ativamente identificar doentes com fraturas já ocorridas e os convoca e seleciona para uma avaliação de seu risco em novas fraturas e para implementação de tratamento“, explicaram à agência Lusa a enfermeira Andrea Marques, doutorada em osteoporose, e a médica reumatologista Mariana Santiago, responsáveis pela consulta.

Após a recuperação, em casa ou numa unidade de cuidados continuados, os doentes são sujeitos a uma avaliação presencial e os que estiverem em risco de refraturas são acompanhados durante um período de cinco anos, através de contactos telefónicos pela enfermeira para avaliar, em primeiro lugar, a adesão à terapêutica ou alguma dificuldade que tenha ocorrido.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)