diabetes

Doentes com diabetes tipo 1 poderão viver mais

Indivíduos que sofrem de diabetes tipo 1 podem viver mais, após cientistas terem apurado que um tratamento específico utilizado para artrite pode retardar a progressão da enfermidade.

Indivíduos que sofrem de diabetes tipo 1 podem viver mais, após cientistas terem apurado que um tratamento específico utilizado para artrite pode retardar a progressão da enfermidade, considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a epidemia do século XXI.

Os cientistas esperam que o fármaco denominado Abatacept – vendido em Portugal – possa tratar a diabetes já entre os próximos três a cinco anos. Para tal, uma equipa de investigadores britânicos, vai começar em breve um ensaio clínico a larga escala.

Lucy Walker da instituição de ensino superior University College London, disse ao Jornal i: “Descobrimos algo novo e se for sustentado após a realização de mais testes será um novo paradigma que pode potencialmente ser extremamente importante”.

Trata-se de uma descoberta bastante significativa se a droga for capaz de suprimir a doença, já que terá também a capacidade de desacelerar a sua progressão e reduzir o risco de complicações“.

A diabetes de tipo 1 ocorre quando as células do corpo que tipicamente produzem insulina foram destruídas, deixando o organismo incapaz de produzir a hormona essencial.

Este é o tipo de diabetes menos comum, afetando cerca de 10% dos adultos que sofrem da doença. Sendo tratada com a toma diária de injeções de insulina ou com o uso de uma bomba de insulina.

A diabetes de tipo 1 tende a surgir logo na infância, ou antes dos 40 anos de idade e não está associada à obesidade.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)