resposta social idosos

Governo propõe 110 milhões para reforçar respostas sociais a idosos

O Primeiro-Ministro, António Costa, apresenta hoje um “compromisso de parceria para reforço excecional dos serviços sociais e de saúde”, que inclui um investimento de 110 milhões de euros no reforço de respostas sociais a idosos.

O Primeiro-Ministro, António Costa, vai apresentar esta quarta-feira, 19 de agosto, um “compromisso de parceria para reforço excecional dos serviços sociais e de saúde”, que inclui um investimento de 110 milhões de euros no reforço de respostas sociais a idosos, avança o ‘Jornal de Notícias’ (JN).

Segundo a mesma publicação, a medida faz parte do programa PARES 3.0, incluído no Programa de Estabilização Económica e Social, e a verba programada destina-se a obras de construção ou requalificação de alguns equipamentos sociais, como é o caso dos lares de idosos.

Os lucros da exploração dos jogos sociais serão o principal fundo de financiamento do PARES 3.0, Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais, que aposta agora em requalificar ou construir estruturas residenciais para idosos, mas também para jovens, utilizando para o efeito um valor de 110 milhões de euros.

De recordar que a edição passada do PARES 2.0 visou um investimento de 37 milhões de euros para alargar as creches portuguesas e contou com 130 inscrições de entidades do setor social, espalhadas por 44 concelhos do país.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)