medicamentos

Covid-19: «Medicamento em Casa»

Projeto criado pelo CHTMAD evita deslocações a doentes de Vila Real.

Cerca de 300 doentes estão a receber medicamentos hospitalares em casa, no âmbito de um projeto impulsionado pela Covid-19 e que une o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), 13 municípios e bombeiros.

Criado a partir do CHTMAD, o projeto «Medicamento COnVIDa em Casa» visa dar resposta às dificuldades impostas pela pandemia, e que se pretende, agora, expandir e transformar no «Medicamento em Casa».

O projeto consistiu em desenvolver um processo de entrega do medicamentos no domicílio dos doentes”, afirmou Hugo Moreiras, administrador do CHTMAD com a área da farmácia, citado pela agência Lusa.

Em causa estão os medicamentos de dispensa exclusiva hospitalar, ou seja, os medicamentos que os doentes têm de ir levantar periodicamente na farmácia hospitalar. Hugo Moreiras explicou que alguns utentes «manifestaram receio» em ir ao hospital devido à pandemia e que o projeto, além de evitar deslocações, salvaguarda também a saúde dos profissionais.

Através deste projeto, passaram a ser as autarquias ou as corporações de bombeiros a levantar os medicamentos e entregá-los aos doentes. O primeiro protocolo foi assinado com a Câmara do Peso da Régua, em 6 de abril, seguindo-se as restantes autarquias com unidades hospitalares do CHTMAD: Chaves, Lamego e Vila Real.

campanha

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus1

(Irá receber um email com o link de download.)