ministra

Ministra da Saúde quer criar “BI dos cuidados paliativos” até ao final do ano

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou ontem, dia 22 de julho, a criação até ao final do ano um “BI dos cuidados paliativos” para permitir a monitorização das equipas a nível hospitalar e dos cuidados de saúde primários.

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou ontem, dia 22 de julho, a criação até ao final do ano um “BI dos cuidados paliativos” para permitir a monitorização das equipas a nível hospitalar e dos cuidados de saúde primários.

“A Comissão Nacional de Cuidados Paliativos tem estado a desenvolver com a Administração Central do Sistema de Saúde um BI dos cuidados paliativos para permitir a monitorização das equipas a nível hospitalar e dos cuidados de saúde primários”, afirmou Marta Temido na Comissão de Saúde, onde foi ouvida a pedido do CDS-PP sobre “o acesso aos cuidados paliativos em Portugal”.

A ministra admitiu que sem esta ferramenta “torna-se difícil todos saberem cada um dos pormenores daquilo que é o desenvolvimento o trabalho que tem estado a ser realizado”.

Este é um aspeto que está no terreno e que esperamos que esteja concluído até ao final do ano”, avançou.

No que se refere à estimativa de necessidade de camas de cuidados paliativos, a ministra afirmou que Comissão Nacional de Cuidados Paliativos definiu que a rede tenha entre 40 e 50 camas por milhão de habitantes.

Segundo a governante, a aposta tem sido de fazer chegar os cuidados paliativos onde quer que os doentes precisem deles, independentemente de essa resposta estar ou não associada a uma cama.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)