PAN

Covid-19: PAN alerta para situações de pobreza e pede “respostas estruturais”

O porta-voz do PAN, André Silva, alertou para o aumento das situações de pobreza decorrentes da pandemia de Covid-19 e da crise económica associada.

O porta-voz do PAN, André Silva, alertou ontem, dia 20 de julho, para o aumento das situações de pobreza decorrentes da pandemia de Covid-19 e da crise económica associada, e pediu “respostas estruturais, para além do mero assistencialismo”.

O líder do Pessoas-Animais-Natureza visitou hoje o “É um restaurante”, em Lisboa, um projeto da Associação Crescer que emprega pessoas que passaram por uma situação de sem-abrigo.

Depois de ter estado fechado durante a o estado de emergência, o restaurante deixou de servir ao público e passou a confecionar refeições que são distribuídas a quem mais precisa.

São confecionadas e embaladas diariamente entre 400 e 600 refeições, por funcionários e voluntários, que são depois distribuídas.

André Silva, acompanhado pela líder parlamentar, Inês Sousa Real, quis chamar a atenção, no final da visita, para “situações mais graves que se estão a passar no país, com a situação da crise pandémica, de um número acrescido de pessoas que têm vindo procurar ajuda”.

Verifica-se que neste momento há uma procura cada vez maior de refeições, há cada vez mais pessoas a necessitarem de refeições porque as restrições da atividade económica, a crise sanitária veio trazer também esta crise económica com o desemprego a aumentar e com várias pessoas também perdas de rendimento que, tendo casa, tendo uma habitação, não têm condições para suportar a aquisição de uma refeição”, concretizou.

Em declarações aos jornalistas, André Silva destacou ser “importante continuar a alertar que é preciso dar respostas estruturais, para além do mero assistencialismo, que é preciso apostar na prevenção das pessoas que ainda não estão em situação de sem-abrigo mas que estão em situações muitas vezes de elevada precariedade”.

O porta-voz do PAN destacou igualmente que o “É um restaurante” é “um espaço fundamental para associação Crescer, que dá respostas integradas, que dá respostas diferentes, na medida em que, relativamente às pessoas em situação de sem-abrigo, para além de propostas ou de apoios meramente assistencialistas, neste espaço aquilo que se tem feito até há bem pouco tempo, é, através de um restaurante, dar formação às pessoas na área da restauração, para as capacitar juntamente também com uma retaguarda de habitação, para que essas pessoas possam depois mais facilmente serem integradas no mercado de trabalho e com isso saírem da situação de pobreza e da situação de sem-abrigo em que se encontram”.

revista dignus

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus1

(Irá receber um email com o link de download.)