Residências Partilhadas ajudam a combater isolamento dos idosos

São neste momento quase 20 os idosos abrangidos pelo programa Residências Partilhadas para Seniores, implementado pela Câmara do Porto.

São neste momento quase 20 os idosos abrangidos pelo programa Residências Partilhadas para Seniores, implementado pela Câmara do Porto, através da empresa Domus Social, em cooperação com as Juntas de Freguesia da cidade.

Este programa faz parte de uma resposta integrada multidisciplinar, que tem como principais objetivos estimular o envelhecimento ativo, promover a autonomia dos idosos e combater o isolamento social.

O município do Porto concretiza este programa através da atribuição de casas do parque de habitação pública municipal destinadas a pessoas idosas com carência social e habitacional que aceitem partilhar uma residência.

Esta medida pioneira, que começou a ser implementada na freguesia do Bonfim, estendeu-se depois à população mais idosa de Campanhã, Ramalde e Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde e pretende replicar-se em todos os territórios da cidade. São seis as casas transformadas em residências partilhadas e está para breve o reforço com mais uma nova residência sénior, em Campanhã. As casas atribuídas consideram aspetos como a mobilidade e a acessibilidade a transportes públicos.

Decorridos quatro anos desde o início do programa, os vários intervenientes avaliam as residências partilhadas muito positivamente e identificam como principais vantagens o combate ao isolamento social e à precariedade habitacional, a partilha de recursos e a promoção de um envelhecimento ativo, autónomo e plenamente integrado.

No contexto deste programa é ainda prestado aos idosos apoio domiciliário, tanto no auxílio à limpeza da casa como no fornecimento de refeições.

Foto: Filipa Brito

Assinatura Dignus

DOWNLOAD GRATUITO

(Irá receber um email com o link de download.)