medicamentos

Infarmed apela à notificação de reações adversas a medicamentos

O Infarmed e a Agência Europeia do Medicamento alertam os doentes com Covid-19 para a importância de notificar a suspeita de reação adversa (RAM) ocorrida em associação com a toma de qualquer medicamento.

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde – e a Agência Europeia do Medicamento alertam os doentes com Covid-19, confirmada ou suspeita, para a importância de notificar a suspeita de reação adversa (RAM) ocorrida em associação com a toma de qualquer medicamento.

De acordo com o comunicado do Infarmed, esta notificação deve ser feita tanto para os medicamentos para tratar a Covid-19, bem como para os medicamentos que toma habitualmente para tratar doenças crónicas pré-existentes.

O Infarmed lembra que o conhecimento sobre o novo vírus ainda é incompleto, desconhecendo-se possíveis interações medicamentosas que possam estar a ocorrer com a terapêutica destes doentes.

As informações fornecidas pelos doentes e profissionais de saúde, através das notificações de RAM, contribuirão para aumentar o conhecimento gerado pelos ensaios clínicos e por outros estudos, pelo que se reforça a importância de ser notificada diretamente ao Sistema Nacional de Farmacovigilância qualquer suspeita.

Os doentes devem falar com o seu médico, enfermeiro ou farmacêutico, se tiverem dúvidas sobre a suspeita de ocorrência de alguma reação adversa.

Para saber mais, consulte: Infarmed > Circular Informativa N.º 089/CD/550.20.001

campanha

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus1

(Irá receber um email com o link de download.)