Covid-19 faz disparar vendas de “Ensaio sobre a cegueira”, de Saramago

A epidemia de Covid-19, causada por um novo coronavírus, fez disparar as vendas online dos romances “A Peste”, de Albert Camus, e “Ensaio sobre a cegueira”, de José Saramago, em Itália

A epidemia de Covid-19, causada por um novo coronavírus, fez disparar as vendas online dos romances “A Peste”, de Albert Camus, e “Ensaio sobre a cegueira”, de José Saramago, em Itália, o país europeu mais afetado.

Em tempos de medo do novo coronavírus detetado em dezembro, na China, vários eventos e equipamentos culturais foram já cancelados, para evitar a propagação, mas, em contrapartida, a procura por livros, filmes, séries ou jogos que abordem o tema das pandemias, tem vindo a aumentar desde o início do ano.

Sujeita a quarentena, esta cidade torna-se um território irrespirável e os seus habitantes são conduzidos até estados de sofrimento, de loucura, mas também de compaixão.

OEnsaio sobre a cegueira(1995), de José Saramago, escritor que ganhou o Nobel da Literatura três anos depois, tornou-se um fenómeno literário em Itália, tendo chegado ao top-10 do ibs e ao 5.º lugar da Amazon, com um aumento de 180% nas vendas.

A história fala de uma epidemia de cegueira branca, que começa com um homem a cegar inexplicavelmente, quando se encontra dentro do carro no meio do trânsito, e que se alastra como um rastilho de pólvora, até à cegueira coletiva.

campanha

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus1

(Irá receber um email com o link de download.)