CDS quer criminalizar o abandono de idosos

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, anunciou que o partido voltará a apresentar iniciativas legislativas para criminalizar o abandono dos idosos

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, anunciou que o partido voltará a apresentar iniciativas legislativas para criminalizar o abandono dos idosos no sentido de resgatar o valor da “solidariedade intergeracional“.

O CDS-PP já anunciou que a primeira grande bandeira política que vai assumir será precisamente o apoio social à terceira idade“, afirmou o líder centrista, à margem de uma visita ao Centro Social Paroquial de S. Pedro e S. João do Estoril, no concelho de Cascais, distrito de Lisboa.

Para Francisco Rodrigues dos Santos, é necessário assegurar todos os apoios sociais relacionados com a qualidade de vida e o conforto dos idosos, de forma a “permitir que se sintam úteis na sociedade onde estão inseridos“. O líder centrista sublinhou ainda a necessidade de resgatar um valor “muito caro” ao CDS, “que é o da solidariedade intergeracional“.

Eu sou, como é sabido, o líder partidário mais jovem e considero muito útil, numa sociedade humanista como aquela em que vivemos, que possamos cuidar de quem cuidou de nós e nos permitiu sermos quem somos e o Estado não se pode demitir das suas funções de cuidador“, vincou o dirigente.

Francisco Rodrigues dos Santos confessou quererviver num país que criminaliza o abandono de animais mas que também criminaliza o abandono dos idosos e revelou que o CDS irá voltar a apresentar propostas legislativas nesse sentido.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)