Nova plataforma vai avaliar a saúde da população de 57 municípios

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis anunciou na passada terça-feira, dia 3 de março, que vai criar uma nova plataforma para caracterizar o estado da saúde de 57 municípios

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis anunciou na passada terça-feira, dia 3 de março, que vai criar uma nova plataforma para caracterizar o estado da saúde de 57 municípios. O principal objetivo é entender quais os principais problemas e, ao mesmo tempo, propor políticas públicas a implementar.

Este indicador vai-nos permitir perceber quais são os maiores problemas de saúde num determinado conjunto populacional, de forma a podermos orientar as políticas públicas para irmos corrigindo esses resultados menos positivos“, adiantou à Lusa o presidente da rede de municípios, Joaquim Santos, que também é autarca na Câmara Municipal do Seixal, no distrito de Setúbal.

O projeto, designado Atlas da Saúde, começa a ser desenvolvido por uma equipa de investigação do Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Coimbra, estimando-se que esteja online daqui a dois anos.

Segundo o autarca, a nova plataforma vai permitir detetar, por exemplo, se num determinado concelho há um índice de obesidade infantil muito elevado, levando a autarquia a implementar medidas para prevenir estes resultados.

Além deste mapeamento, vai possibilitar também a monitorização” do trabalho desenvolvido, porque vai ser “atualizada periodicamente“.

De acordo com Joaquim Santos, a primeira fase do projeto passa pela identificação, recolha e análise de dados, enquanto a segunda englobará a “construção e aplicação de um índice multidimensional da saúde com capacidade para avaliar a saúde da população“.

Fonte: Lusa

campanha

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus1

(Irá receber um email com o link de download.)