Cheque dentista abrange população idosa

A partir dos 65 anos, quem recebe o complemento solidário para idosos beneficia de dois cheques anuais para tratar os dentes

A DECO informa que o cheque-dentista é disponibilizado pelo Serviço Nacional de Saúde, no âmbito do Programa Nacional de Promoção de Saúde Oral (PNPSO). serve para ajudar os utentes a cobrir as despesas de tratamentos preventivos, restaurações, desvitalizações, extrações, destartarizações ou alisamentos radiculares. A lista de beneficiários é definida pelo Ministério da Saúde. Os cheques destinam-se sempre a pagar a totalidade dos atos previstos no plano de tratamento estabelecido na primeira consulta pelo estomatologista ou médico dentista.

A partir dos 65 anos, quem recebe o complemento solidário para idosos beneficia de dois cheques anuais para tratar os dentes, sendo que o primeiro cheque-dentista tem de ser emitido pelo médico de família ou médico assistente.

Criado em 2009, o PNPSO começou por abranger crianças e jovens com menos de 16 anos a frequentar escolas públicas ou instituições particulares de solidariedade social (IPSS). Foi depois alargado a grávidas, idosos, pessoas infetadas com VIH, utentes com risco elevado de desenvolver cancro oral e crianças e jovens de 7, 10 e 13 anos com necessidades especiais de saúde. Posteriormente, foram também incluídos os jovens de 18 anos que tenham sido beneficiários do PNPSO e concluído o plano de tratamentos aos 16 anos.

Deixe uma resposta

Assinatura Dignus

DOWNLOAD GRATUITO

(Irá receber um email com o link de download.)