Estudo apresenta novo órgão na pele que deteta a dor

De acordo com um estudo publicado na revista científica Science, foi descoberto novo órgão sensorial na pele que é sensível à irritação ambiental

De acordo com um estudo publicado na revista científica Science, foi descoberto novo órgão sensorial na pele que é sensível à irritação ambiental.

Elaborado por uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, este estudo revela que este órgão é constituído por células da glia e assemelha-se a uma malha dentro da pele sensível a danos físicos dolorosos. Estas células são sensíveis a estímulos mecânicos e de que forma o órgão é sensível à dor, como é que é ativado e como é que se organiza, através de impulsos elétricos.

Este estudo mostra que a sensibilidade à dor não acontece apenas nas fibras nervosas da pele, mas também neste órgão agora descoberto.

DOWNLOAD GRATUITO

Dignus4

(Irá receber um email com o link de download.)