Novo órgão na pele que deteta a dor

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele…

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele que é sensível à irritação ambiental. Este órgão é constituído por células da glia e assemelha-se a uma malha dentro da pele, sensível a danos físicos dolorosos.

O estudo, publicado na revista científica “Science”, demonstra que as células deste novo órgão são muito sensíveis a estímulos mecânicos e de que forma o órgão é sensível à dor, como é que é ativado e como é que se organiza. Tudo isto é feito através de impulsos elétricos no sistema nervoso que resultam em reações reflexas e sensação de dor. A equipa de investigadores bloqueou este órgão através de experiências e denotaram uma diminuição da capacidade de sentir a dor provocada por causas físicas.

Segundo Patrik Emfors, Professor do Instituto Karolinska, este estudo “mostra que a sensibilidade à dor não acontece apenas nas fibras nervosas da pele, mas também neste órgão agora descoberto. A descoberta muda o nosso conhecimento sobre os mecanismos celulares de sensações físicas e pode ser importante na compreensão da dor crónica”.