Doenças sexualmente transmissíveis aumentaram em idosos

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) estão a aumentar entre as pessoas com mais de 65 anos

Direção-Geral da Saúde 
Tel.: +351 218 430 500
geral@dgs.min-saude.pt · www.dgs.pt

As doenças sexualmente transmissíveis (DST) estão a aumentar entre as pessoas com mais de 65 anos. Estes dados foram avançados pelo Jornal de Notícias através de dados enviados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de casos detetados de DST como gonorreia, sífilis e clamídia aumentou 33% em 2018 face a 2017, em 2558 registos, sendo que a faixa etária dos idosos tem registado um aumento. A GDS já informou que tem “peritos nacionais a estudar e a acompanhar a sua evolução e emitirá as recomendações necessárias“.

As notificações de gonorreia foram as que mais subiram — um aumento de 47% para 966 casos, 7 dos quais em pessoas com mais de 65 anos. É a sífilis que tem mais ocorrências (993), com a faixa etária acima dos 65 anos a registar mais casos do que a dos 55-64. Segundo a DGS, foram notificados 36 casos de pessoas com mais de 75 anos com esta DST.