Fundação Europeia da Diabetes premeia investigadores da UC

A Fundação Europeia para o Estudo da Diabetes (EFSD) premiou um consórcio de vários grupos de investigação da Universidade de Coimbra

A Fundação Europeia para o Estudo da Diabetes (EFSD) premiou um consórcio de vários grupos de investigação da Universidade de Coimbra (UC) para desenvolver um projeto que pretende estudar novos marcadores das complicações da diabetes.

Este estudo permitirá identificar marcadores precoces de complicações da diabetes, e vai combinar a imagem médica com abordagens bioquímicas, para explorar três novas formas de medir ou identificar alterações na diabetes. O objetivo passa por, recorrendo a Inteligência Artificial, potenciar a deteção precoce destas alterações no organismo dos doentes diabéticos.

Estes investigadores são provenientes de vários centros que formam o consórcio premiado: Coimbra Institute for Biomedical Imaging and Translational Research/Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (CIBIT/ICNAS), Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra/Faculdade de Medicina da UC (iCBR/FMUC), do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e do Centro de Neurociências e Biologia Celular da UC (CNC-UC).