Alerta para a falta de acompanhamento aos sobreviventes de AVC

A Associação Portugal AVC alertou para a falta de acompanhamento dos sobreviventes…

Associação Portugal AVC
Tel.: +351 928 060 600
info@portugalavc.pt · www.portugalavc.pt

A Associação Portugal AVC alertou para a falta de acompanhamento dos sobreviventes de Acidente Vascular Cerebral (AVC), sobretudo após a alta hospitalar, e para a necessidade de tornar mais rápida a atribuição de produtos de apoio. Ana Alves da Associação Portugal AVC, em declarações à Agência LUSA, sublinhou a importância acompanhar sempre o sobrevivente de AVC com equipas multidisciplinares.

Ana Alves explicou na entrevista que para uma abordagem completa e correta, estas equipas deveriam ter médico fisiatra, terapeuta ocupacional, enfermeiro de reabilitação, fisioterapeuta, terapeuta da fala, assistente social, nutricionista e psicólogo. “Estas equipas multidisciplinares devem acompanhar o sobrevivente de AVC tanto no hospital como depois de sair, para se conseguir uma reabilitação atempada”.

Para esta associação, uma ação efetiva nesta vertente fará a diferença, no futuro, entre ter “um cidadão contribuinte ou mais um peso para a Segurança Social, com complicações de saúde crescentes, encargos acrescidos para o Estado e diminuição da qualidade de vida”.